#retrospectiva2018 Instagram Photos & Videos

retrospectiva2018 - 41.4k posts

Top Posts

  • O destination wedding que marcou minha estréia no NORDESTE...
E já aviso logo: Cheguei pra ficar! 😍
{Deslize a foto para ver mais, porque no finalzinho tem bar de seriguelas com luminária de quartzo rosa e um bouquet dos sonhos com jasmim manga que eu colhi no próprio jardim do @kenoaresort} ♥️ #RenataParaiso #Retrospectiva2018
  • O destination wedding que marcou minha estréia no NORDESTE...
    E já aviso logo: Cheguei pra ficar! 😍
    {Deslize a foto para ver mais, porque no finalzinho tem bar de seriguelas com luminária de quartzo rosa e um bouquet dos sonhos com jasmim manga que eu colhi no próprio jardim do @kenoaresort} ♥️ #RenataParaiso #Retrospectiva2018
  • 6,627 235 5 February, 2019

Latest Instagram Posts

  • // #MACNiteroi #Retrospectiva2018 // Igualmente inaugurada no final de 2018 (15.12), “Televisão” também faz parte de nossa retrospectiva! Essa é uma exposição de filmes, vídeos e um objeto-vídeo novo, do artista gaúcho Luiz Roque. Trata-se de uma mostra antológica composta por oito trabalhos de diferentes momentos do percurso de cerca de quinze anos do artista. Os trabalhos têm curta duração e esse tamanho pequeno dialoga com outros formatos audiovisuais como aqueles vistos nas televisões desde os anos 1980, além de um ritmo mais próximo aos videoclipes.

Os suportes são diferentes: Tvs de cubo, Tvs de LCD, projeções grandes e um novo trabalho que é meio escultura, meio vídeo. Há uma série de maneiras de pensar o vídeo. “Luiz Roque trabalha muito com a ideia de distopia, de um futuro trágico, utópico, já em ruínas. Vários trabalhos dele também têm uma relação ficcional com a escultura e arquitetura modernas. Corpos orgânicos dessas esculturas são mesclados com diferentes tipos de corpos humanos. A incerteza quanto ao futuro e o desejo de continuar vivo perante as adversidades são algumas das constâncias de seus personagens”, pondera Raphael Fonseca.

Entre os trabalhos apresentados, estão: ‘Modern’, ‘Novo Monumento’, ‘Rio de Janeiro’, entre outros. Eles retratam uma série de trabalhos que pensam na carga do modernismo que queria ser o futuro e que configura como o presente. Uma mostra que lida com o tempo e pergunta: como a imagem em movimento pode ficcionalizar este tempo histórico? Há desde trabalhos cujas narrativas se passam na década de 70, como o incêndio no MAM-RJ, até os de 2048, que são obras futuristas. Vale lembrar que esta é a primeira vez que o Mezanino abre uma exposição exclusivamente de vídeos.

#televisao #luizroque #projecao #video #culturaniteroi #artecontemporanea 📷 Rafael Salim/Manoela Marini
  • // #MACNiteroi #Retrospectiva2018 // Igualmente inaugurada no final de 2018 (15.12), “Televisão” também faz parte de nossa retrospectiva! Essa é uma exposição de filmes, vídeos e um objeto-vídeo novo, do artista gaúcho Luiz Roque. Trata-se de uma mostra antológica composta por oito trabalhos de diferentes momentos do percurso de cerca de quinze anos do artista. Os trabalhos têm curta duração e esse tamanho pequeno dialoga com outros formatos audiovisuais como aqueles vistos nas televisões desde os anos 1980, além de um ritmo mais próximo aos videoclipes.

    Os suportes são diferentes: Tvs de cubo, Tvs de LCD, projeções grandes e um novo trabalho que é meio escultura, meio vídeo. Há uma série de maneiras de pensar o vídeo. “Luiz Roque trabalha muito com a ideia de distopia, de um futuro trágico, utópico, já em ruínas. Vários trabalhos dele também têm uma relação ficcional com a escultura e arquitetura modernas. Corpos orgânicos dessas esculturas são mesclados com diferentes tipos de corpos humanos. A incerteza quanto ao futuro e o desejo de continuar vivo perante as adversidades são algumas das constâncias de seus personagens”, pondera Raphael Fonseca.

    Entre os trabalhos apresentados, estão: ‘Modern’, ‘Novo Monumento’, ‘Rio de Janeiro’, entre outros. Eles retratam uma série de trabalhos que pensam na carga do modernismo que queria ser o futuro e que configura como o presente. Uma mostra que lida com o tempo e pergunta: como a imagem em movimento pode ficcionalizar este tempo histórico? Há desde trabalhos cujas narrativas se passam na década de 70, como o incêndio no MAM-RJ, até os de 2048, que são obras futuristas. Vale lembrar que esta é a primeira vez que o Mezanino abre uma exposição exclusivamente de vídeos.

    #televisao #luizroque #projecao #video #culturaniteroi #artecontemporanea 📷 Rafael Salim/Manoela Marini
  • 54 1 21 February, 2019
  • УВЕК ПРВИ НА ТЕРЕНУ
Снег није само зимска чаролија, зна да представља и непогоду па смо стога организовали и акције чишћења око самог месног одбора под слоганом „ОЧИСТИМО ИСПРЕД СВОГ УЛАЗА“, са циљем да својим примером подстакнемо и друге. Такође акција се проширила и на чишћење намета око оближњег вртића и улица другог реда на територији месног одбора, све са циљем безбедности за Вас - наше комшије. #retrospectiva2018
  • УВЕК ПРВИ НА ТЕРЕНУ
    Снег није само зимска чаролија, зна да представља и непогоду па смо стога организовали и акције чишћења око самог месног одбора под слоганом „ОЧИСТИМО ИСПРЕД СВОГ УЛАЗА“, са циљем да својим примером подстакнемо и друге. Такође акција се проширила и на чишћење намета око оближњег вртића и улица другог реда на територији месног одбора, све са циљем безбедности за Вас - наше комшије. #retrospectiva2018
  • 16 0 21 February, 2019
  • БРИГА О НАЈМЛАЂИМА
Почетак године отпочели смо празнично - за наше малишане организована је подела три стотине новогодишњих пакетића. Тиме је жеља да се њима улепша детињство приказана као високи приоритет. Надаље, а не задуго одбор је учествовао и у подели Божићних пакетића у оквиру Божићног карневала. Све то у празничном духу и веселој атмосфери какву само знају да стварају деца. #retrospectiva2018
  • БРИГА О НАЈМЛАЂИМА
    Почетак године отпочели смо празнично - за наше малишане организована је подела три стотине новогодишњих пакетића. Тиме је жеља да се њима улепша детињство приказана као високи приоритет. Надаље, а не задуго одбор је учествовао и у подели Божићних пакетића у оквиру Божићног карневала. Све то у празничном духу и веселој атмосфери какву само знају да стварају деца. #retrospectiva2018
  • 18 1 21 February, 2019
  • E no #TbtByNil trago esta foto de 6 anos atrás. Enquanto esperava aquele que me traria tanta alegria e razões de tantos feitos. Meu filho ONURB CALEBE 👶
.
Gente a maternidade além da felicidade vem em um redemoinho de emoções. O medo que fica ao redor, os questionamentos referente se dará conta de tamanha responsabilidade. Mas, acreditem todo dia é um aprendizado lindo e gostoso nessa aventura SER MÃE. .
Renúncias? Sim foram muitos e até hoje para poder acompanhar de perto o crescimento e desenvolvimento do meu pequeno, especial acompanhamento escolar nesses primeiros anos + tem valido a pena 😍🤗😍
.
Quem mais aí é mãe em tempo integral?
.
.
#BlogNilceOctavia #ODiarioDeBordoDeUmaMaeDePrimeiraViagem #VidaDeMae #MaeDeMenino #GRATIDÃO #Retrospectiva2018 #Tbt #MaeDePrincipe #MeuMundoAzul #Amazonas
  • E no #TbtByNil trago esta foto de 6 anos atrás. Enquanto esperava aquele que me traria tanta alegria e razões de tantos feitos. Meu filho ONURB CALEBE 👶
    .
    Gente a maternidade além da felicidade vem em um redemoinho de emoções. O medo que fica ao redor, os questionamentos referente se dará conta de tamanha responsabilidade. Mas, acreditem todo dia é um aprendizado lindo e gostoso nessa aventura SER MÃE. .
    Renúncias? Sim foram muitos e até hoje para poder acompanhar de perto o crescimento e desenvolvimento do meu pequeno, especial acompanhamento escolar nesses primeiros anos + tem valido a pena 😍🤗😍
    .
    Quem mais aí é mãe em tempo integral?
    .
    .
    #BlogNilceOctavia #ODiarioDeBordoDeUmaMaeDePrimeiraViagem #VidaDeMae #MaeDeMenino #GRATIDÃO #Retrospectiva2018 #Tbt #MaeDePrincipe #MeuMundoAzul #Amazonas
  • 159 0 21 February, 2019
  • // #MACNiteroi #Retrospectiva2018 // Inaugurada já no final de 2018 (15.12), a instalação “Riposatevi” também faz parte de nossa retrospectiva! Este projeto é a remontagem de uma instalação que o grande arquiteto e urbanista Lucio Costa abriu na Trienal de Milão de Arquitetura, em 1964, quando o Brasil participou pela primeira vez. ”Cada país era livre para pensar a sua participação nessa edição da Trienal. O tema era ‘Tempo livre’ e, dentro disso, cada pavilhão respondeu de maneira diferente ao desafio. Em relação ao Brasil, na época, a verba era curta e o espaço era pequeno. A ideia que o Lúcio Costa, então, foi a de ocupar o local com 14 redes de dormir – com cores diferentes e varandas brancas –, violões espalhados, plantas e o público era convidado a usufruir e participar ativamente da obra. Deitar, dormir, tocar o instrumento e contemplar o espaço”, explicou Raphael Fonseca, um dos curadores da mostra.

Nas paredes, para fazer uma espécie de ilustração do Brasil, o arquiteto e urbanista colocou imagens, registradas pelo fotógrafo francês Marcel Gautherot de dois lugares: a praia de Aquiraz, no Ceará, em que as pessoas trabalhavam com barco à vela; e da construção de Brasília.

Para o MAC, como o espaço é bem maior do que o utilizado na cidade italiana, foram dispostas mais redes (30), as fotos nas paredes, plantas e os violões. Importante ressaltar que esta está sendo a primeira remontagem da mostra no Estado do Rio de Janeiro. “Lúcio Costa faz um grande elogio ao repouso. Trata-se de uma homenagem histórica; uma remontagem importante, dentro de uma obra arquitetônica de Oscar Niemeyer, aquele que o ajudou a projetar Brasília. [...]”, finaliza o curador.

#riposatevi #luciocosta #trienaldemilao #arquitetura #culturaniteroi #artecontemporanea 📷 Rafael Salim
  • // #MACNiteroi #Retrospectiva2018 // Inaugurada já no final de 2018 (15.12), a instalação “Riposatevi” também faz parte de nossa retrospectiva! Este projeto é a remontagem de uma instalação que o grande arquiteto e urbanista Lucio Costa abriu na Trienal de Milão de Arquitetura, em 1964, quando o Brasil participou pela primeira vez. ”Cada país era livre para pensar a sua participação nessa edição da Trienal. O tema era ‘Tempo livre’ e, dentro disso, cada pavilhão respondeu de maneira diferente ao desafio. Em relação ao Brasil, na época, a verba era curta e o espaço era pequeno. A ideia que o Lúcio Costa, então, foi a de ocupar o local com 14 redes de dormir – com cores diferentes e varandas brancas –, violões espalhados, plantas e o público era convidado a usufruir e participar ativamente da obra. Deitar, dormir, tocar o instrumento e contemplar o espaço”, explicou Raphael Fonseca, um dos curadores da mostra.

    Nas paredes, para fazer uma espécie de ilustração do Brasil, o arquiteto e urbanista colocou imagens, registradas pelo fotógrafo francês Marcel Gautherot de dois lugares: a praia de Aquiraz, no Ceará, em que as pessoas trabalhavam com barco à vela; e da construção de Brasília.

    Para o MAC, como o espaço é bem maior do que o utilizado na cidade italiana, foram dispostas mais redes (30), as fotos nas paredes, plantas e os violões. Importante ressaltar que esta está sendo a primeira remontagem da mostra no Estado do Rio de Janeiro. “Lúcio Costa faz um grande elogio ao repouso. Trata-se de uma homenagem histórica; uma remontagem importante, dentro de uma obra arquitetônica de Oscar Niemeyer, aquele que o ajudou a projetar Brasília. [...]”, finaliza o curador.

    #riposatevi #luciocosta #trienaldemilao #arquitetura #culturaniteroi #artecontemporanea 📷 Rafael Salim
  • 67 3 20 February, 2019